Primeiras resenhas de Picta Mundi

Para a divulgação de Picta Mundi, convidei alguns blogueiros/booktubers cuja opinião confio para ler e resenhar o livro. Reuni aqui os queridos que aceitaram o desafio! Muito obrigada a todos! <3

Drafts da Nica

Picta Mundi é surpreendente, inteligente, fascinante e altamente viciante. É o tipo de leitura de que te prende do início ao fim, com uma narrativa fluída, sem pontas soltas e envolvente. A história é outro ponto positivo. Nunca imaginei que poderiam criar tramas dentro de quadros de pinturas. Gleice cria um mundo de fantasia tão fantástico, se me perdoam a redundância, que você se pega horas pensando naquele universo onde Leticia, a determinada e sarcástica personagem principal, acaba parando.

Link para a resenha completa aqui!

Leitora Incomum

Com uma narrativa envolvente em terceira pessoa pelo ponto de vista de Letícia e Donato (um vilão de arrepiar), Gleice consegue fisgar o leitor logo nas primeiras páginas. O fato de alternar entre personagens tão distintos, faz com que o leitor participe de tudo que acontece e não deixa que a história perca o ritmo alucinante em nenhum momento. O romance também aparece e acontece de forma tão natural que é impossível não torcer por um final feliz. Outro ponto alto é a inteligência dos personagens, acho muito bacana quando alguém não subestima a inteligência juvenil e a Gleice valoriza a inteligencia dos protagonista a todo momento.

Link para a resenha completa aqui!

O Livreiro

Gleice nos fornece direitinho toda mitologia e explicações que cercam “Picta Mundi” com uma dose singular de mistério, é claro. A conta-gotas, vamos descobrindo sobre este mundo e suas nuances ao mesmo tempo em que Letícia o faz. Tais descobertas são realizadas vivamente, pois a autora insere história (e brasileira, por sinal!) de forma absolutamente criativa. Nos encaminhando por alguns momentos históricos marcantes de nosso país, este livro é uma viagem sensacional e que certamente agradará não apenas crianças e adolescentes, mas adultos também. Algumas vezes me senti lendo “The 39 Clues” e “Infinity Ring” dada a dinâmica da história (a ideia por trás de “Picta Mundi”, aliás, tranquilamente poderia figurar uma saga multiplataforma como as duas citadas, e isso é um senhor elogio!).

Link para a resenha completa aqui!

Burn Book

Picta mundi é um livro diferente. Com uma narrativa envolvente, Gleice Couto vai te levar para uma viagem do outro mundo, a bordo de uma montanha-russa de emoções. Perfeito para os fãs de Rick Riordan (autor de Percy Jackson), e também para aqueles que sempre sonharam em poder entrar nos quadros do mundo de Harry Potter.

Link para a resenha completa aqui!

Último Romance

Durante a leitura, fica claro o cuidado com pesquisa. Gleice escreveu segundo regras de estruturação de romances internacionais. No fim, ela se mostra uma escritora talentosa, que soube utilizar carisma, paixão, tensão e técnica na hora e na medida certa.

Link para a resenha completa aqui!

Geek Freak

É um livro muito bem humorado, nostálgico. Mas também tem profundidade, com uma moral no final bem legal. O vilão que ela criou é ótimo, o mundo foi muito bem descrito, e a pesquisa foi grande.

Veja a resenha completa aqui:

Um Leitor a Mais

Picta Mundi envolve o leitor totalmente com a história, só lendo para saber como é a narrativa da Gleice. Você se angústia, sente raiva, fica animado. Queria entrar nas páginas e interagir com eles.

Veja a resenha completa aqui: