Melhores de 2017

Adoro listas! Elas me ajudam a organizar minha mente, que é meio caótica. Então, sempre que o ano muda, gosto de pontuar as coisas que mais gostei nele. Dessa vez, decidi falar sobre músicas e livros que mais curti no ano passado.

Como disse no post anterior, 2017 foi um ano de arrumação da casa, por isso não fui muito fundo em coisas novas. Na verdade, revisitei “velharias” para “jogar fora”. Isso não impediu, no entanto, de curtir muitos livros e músicas. Vamos ao top 5 do que chamou a minha atenção em 2017? Espero que curta!

Continue reading “Melhores de 2017”

Como me tornei a louca dos mangás

Eu poderia começar este post explicando o que é mangá para vocês, mas acontece que sinto que fui a última pessoa na face da Terra a me render a essas histórias em quadrinhos de origem japonesa. Então, provavelmente, todos vocês sabem muito mais sobre o assunto do que a newbie aqui. Em todo caso, se tem alguém aí perdido, vem cá ser feliz nesse link aqui para entender um pouquinho mais sobre o que é mangá, onde habita, o que come, essas coisas.

O objetivo deste humilde post é mostrar como fui me meter nisso. Como se não bastasse ver meu salário indo embora com livros, cd’s de k-pop, canecas personalizadas e quinquilharias geek, fui arranjar mais um trem para me afundar na falência. O tal do mangá.

Tudo começou numa manhã de—

Zoando.

Continue reading “Como me tornei a louca dos mangás”

[ Dicas ] Um novo visual para os contos de fadas

Margarita Kareva é uma fotógrafa russa que, ano passado, fez um ensaio fotográfico dando uma nova roupagem aos contos de fadas. As suas fotos, inclusive, foram utilizadas nas capas dos livros da trilogia Encantadas, da Sarah Pinborough (publicada no Brasil pela Editora Única).

O fato é que: as fotos são lindas. Todas. TODAS. Vou reproduzir algumas aqui para vocês!

This slideshow requires JavaScript.

Para ver outras fotos dela, você pode visitar o seu Facebook aqui.

;* da tia! <explode3

Como é o processo editorial

Esse vídeo da Companhia das Letras é antigo, mas é muito interessante para saber um pouco mais sobre como funciona o processo editorial.